TwitterFacebookYoutubeInstagram

escola Emérita BiguaçuRepresentantes das Forças Armadas e da Secretaria de Estado da Educação (SED) realizaram uma visita técnica às duas escolas do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim) na região da Grande Florianópolis, na tarde desta sexta-feira, 24. O objetivo foi conhecer as instituições onde atuam os militares inativos que auxiliam os gestores das escolas no processo administrativo e didático pedagógico.

Com 645 alunos matriculados, a Escola de Educação Básica Professor Ângelo Cascaes Tancredo, em Palhoça, foi a primeira a ser visitada pela comitiva. A gestora da escola, Luciana Medeiros Gomes Raulino, apresentou aos visitantes a estrutura da escola recém-inaugurada, que conta com 14 salas de aula, dois laboratórios informática, refeitório, biblioteca, auditório para 196 pessoas, três laboratórios (física, química e biologia), teatro de arena e ginásio. Ela reforçou a participação da comunidade na abertura da escola: “Temos tido o envolvimento e a presença maciça da comunidade escolar desde o início do ano letivo, na primeira semana de fevereiro”, pontua. Apesar do isolamento social causado pela pandemia de Coronavírus, ela afirma que os pais continuam se colocando à disposição para auxiliar nas atividades não-presenciais.

WhatsApp Image 2020 07 24 at 16.42.39

O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, destacou a importância do binômio família-escola: “Para nós é essencial fortalecer o sentimento de pertencimento à escola”

O Capitão de Mar e Guerra do Ministério da Defesa, João Carlos Küster Maia, afirmou que leva da visita a melhor impressão possível: “Esse envolvimento da comunidade é o que idealizamos neste projeto desde o início. Em nome da coordenação nacional do programa parabenizo o esforço contínuo de SC nas ações pela melhoria da qualidade do Ensino aos nossos alunos do Pecim”.

Com 815 alunos, a Escola de Educação Básica Emérita Duarte Souza, em Biguaçu, foi fundada em 1966 e este ano implantou quatro turmas de Ensino Médio em função do Pecim. A diretora Paula Andrea dos Passos acompanha o andamento da implantação do programa e espera que a gestão conjunta possa ampliar os índices educacionais: “Nossas expectativas são as melhores possíveis. Vamos continuar a nossa história de mais de 50 anos com o reforço dos militares na nossa escola”.

Uggioni aponta que tem como objetivo tornar as escolas selecionadas em SC como verdadeiros modelos para o Pecim nacional: “Nossas estruturas didático-pedagógicas e de gestão têm como acréscimo o apoio dos militares atuando em todas as questões de ambiência escolar, para que possamos empreender esforços na melhoria da qualidade do ensino".

Escola Pecim PalhoçaAlém do secretário da SED, participaram da visita o secretário adjunto, Vitor Fungaro Balthazar, a coordenadora regional da Grande Fpolis, Grasiela Monteiro Epping e a representante da SED na interlocução com os militares, Noeli Freiberger. Já o comando militar esteve representado pelo articulador do Pecim SC, Capitão Luiz Carlos Joaquim, pelo Oficial de Gestão Educacional da ECIM Ângelo Cascaes Tancredo, Coronel Ely de Souza Marques Júnior, Oficial de Gestão Educacional, Capitão Francisco Miks Filho, Oficial de Gestão Educacional da ECIM Escola Emérita Duarte Silva e Souza, Capitão de Corveta, José Fernando Nogueira Miranda.