Santa Catarina Secretaria de Estado da Educação
EEB Henrique Stodieck.jpg
  • Banner
Alunos da EEB Carlos Freis redescobrem o município de Ipira PDF Imprimir E-mail
Por Melissa Nebias   
Seg, 13 de Agosto de 2012 18:10

130812pq2Poder saber mais sobre a cidade em que mora indo a campo para conhecer melhor seus habitantes, os aspectos histórico-culturais e econômicos é o que o Projeto Redescobrindo a Cidade, elaborado pela professora de Geografia, Raquel Marmentini, da Escola de Educação Básica Carlos Fries, de Ipira, está proporcionando aos alunos da primeira série do ensino médio.

A ideia de elaborar este projeto nasceu numa tentativa de analisar os aspectos histórico-culturais e econômicos do município de Ipira, assim como sua importância para o ensino da Geografia e sua contribuição para a formação da cidadania.

“O maior objetivo desse projeto foi proporcionar ao aluno um primeiro contato com a pesquisa de campo e para conhecer e aprender a cultura local incentivando-o a tornar-se um cidadão com maior atuação na comunidade em sua vida adulta”, afirmou Raquel.

Os alunos iniciaram as atividades com os conteúdos em sala de aula, elaborando um pré-projeto. Com o Projeto pronto, estava na hora de saíram para a pesquisa de campo. Entrevistas na comunidade, registro de imagens, mapeamento e coleta de dados foram primordiais para que os alunos pudessem fazer uma interligação dos conteúdos estudados em sala de aula com a realidade local.

“Trabalhar com este projeto é muito gratificante, desde a sua concepção, o seu desenrolar, bem com130812pq3o a exposição dos resultados e, mais ainda, com o que se obtém de retorno a partir de análises e avaliações de terceiros e com as autoavaliações dos alunos que atuaram participando ativamente dos trabalhos”, destacou Raquel.

A primeira etapa do projetou foi realizada em 2008, com todos os alunos do ensino médio das turmas do matutino e vespertino, envolvendo aproximadamente 250 alunos. Os trabalhos foram divulgados nos blogs http://raquelescreve.blogspot.com.brhttp://redesipira.blogspot.com.br e apresentados ao público da Feira do Livro, um evento já consagrado, realizado na escola.

Neste ano, o projeto segue com os 65 alunos da primeira série do ensino médio, com abordagens sociais, culturais, econômicas e históricas, desenvolvido com base nos conteúdos do segundo bimestre nas aulas de Geografia (Mapeamento e geoprocessamento) e em Sociologia, (O indivíduo, sua história e a sociedade).

O que pensam os alunos envolvidos

Aluno Jeferson Cleiton de Souza participante de 2008: Em minha opinião, este projeto é inovador, pois, restaura o ânimo da cidade e dos que ali vivem desde os jovens e adultos até os mais idosos. Atividades como: criação de maquetes, propostas de mudanças no portal da cidade, coleta de dados no cemitério como uma marca de reencontro com os antepassados marcaram o projeto. Também foram feitos vários cartazes contando sobre os costumes, festas comemorativas e a cultura que tem essa cidade maravilhosa. Estou muito orgulhoso de participar desta turma de amigos que reúne professores, direção, alunos e muitos outros funcionários que além de tudo são as melhores pessoas que conheci.

130812pq4Aluna Beatriz Fabiana Mossmann participante de 2008: Por meio do projeto colocamos em prática a ideia de reunir todos os aspectos com um único propósito: redescobrir a cidade de Ipira. Os trabalhos compreenderam uma análise geral do município. Várias maquetes foram construídas, nas quais a opinião em relação à cidade foi expressa, com projeções dos locais observados e com opiniões de melhorias. Foi um aprendizado extraordinário e divertido, pois realizar um trabalho onde existe um contato pessoal com a história, de forma viva, é muito mais emocionante que contar fatos com leituras, superficialidades ou de depoimentos de pessoas que não viveram na época.

Alunos Mariana, Jéssica, Igor, Carlos, Larissa e Manuel participantes de 2012: Resolvemos fazer nossa pesquisa sobre a Casa da Memória. No início achamos que seria fácil e estávamos empolgados. Ao iniciarmos a pesquisa percebemos que não era tão fácil assim, mas nem por isso perdemos a empolgação. Saímos a campo nas aulas de Geografia para fazer visita na Casa e entrevistar os vizinhos que moram por perto. Nos empenhamos e conseguimos concluir o trabalho. Ficamos felizes, pois aprendemos coisas novas sobre a Casa da Memória e conseguimos divulgá-la.

Alunos Jéssica, Clarice e Odair participantes de 2012: Realizar o projeto “Redescobrindo a cidade” nos proporcionou um conhecimento mais específico de onde vivemos. Dentre as atividades econômicas, escolhemos os postos de gasolina, revendedores de automóveis e oficinas mecânicas. No decorrer das pesquisas com os proprietários dos estabelecimentos, observamos o quão atenciosos foram conosco e ficamos felizes por isso. Ao construirmos a maquete, constatamos que atualmente é muito complicado mapear e localizar algum lugar sem as nova1308pq5s tecnologias e o geoprocessamento.

Alunos Jéssica e Dener, alunos participantes de 2012: Escolhemos os aspectos populacionais para trabalhar. Fomos visitar Unidade Básica de Saúde, onde encontramos várias informações recentes sobre a população ipirense, especificamente de todas as comunidades rurais. Voltamos para a sala de aula e, a partir dos dados coletados criamos gráficos e slides para apresentar os resultados numéricos. Construímos uma maquete a partir do mapa de Ipira e suas comunidades. A conclusão do trabalho foi um momento de realização e sensação de que ainda é possível fazer mais.

 

Governo de Santa Catarina | Secretaria de Estado da Educação
Rua Antônio Luz, 111 | Centro | Florianópolis | SC | CEP 88010-410 | Telefone (48) 3664-0600 - (48) 3664-0500 | sed@sed.sc.gov.br
Resolução mínima 1024x768 pixels