Santa Catarina Secretaria de Estado da Educação
cultura-boi-de-mamao.jpg
  • Banner
Pacto pela Educação: as oportunidades do Ensino Médio Inovador PDF Imprimir E-mail
Seg, 18 de Fevereiro de 2013 12:35

O Ensino Médio Inovador/Integral (EMI) proporciona aos alunos a experiência de vincular o conhecimento teórico ao prático, combinando formação geral com atividades práticas e espaços de ensino diversificados, com aulas de empreendedorismo, projetos sociais, culturais e saídas a campo para estudos. Devido a sua importância, o Ensino Médio Inovador/Integral é prioridade do Governo e faz parte do Pacto pela Educação lançado nesta segunda-feira, 18, em Florianópolis.

O EMI ofertado pela Secretaria de Estado da Educação funciona em 95 escolas da rede pública estadual. Para 2013, o número de estudantes beneficiados passará de 12 mil. Nessa modalidade, a ampliação do tempo escolar acontece três vezes por semana, no contraturno, perfazendo no mínimo sete horas-aula. Além da aprendizagem do conteúdo acadêmico, os estudantes terão a oportunidade de desenvolver novas habilidades. “São aprendizados que se complementam”, explica a diretora de Educação Básica, Scheilla Marins.

O EMI, de forma integrada, amplia as ações para um trabalho coletivo e social. A busca é pela diversificação no trabalho do currículo. Para isso, são realizadas atividades interdisciplinares/integradoras, que combinam formação geral, científica, tecnológica e cultural com atividades práticas, além de estimular a inovação dos currículos e ampliar os espaços para desenvolvimento da aprendizagem, com projetos, atividades de aprendizagem e saídas de campo.

Descobrindo talentos

A Escola de Educação Básica (EEB) Wanderley Júnior e a EEB Laércio Caldeira de Andrada, em São José, são exemplos de que as atividades desenvolvidas pelo EMI tem empolgado e unido os alunos. Aprender fora da sala de aula, discutindo temas do cotidiano, fez com que 200 jovens se encontrassem para um programa diferente: dançar, criar coreografias e gravar vídeoclips.

Os vídeos abordaram o conteúdo das aulas, tratando de assuntos como preconceito em relacionamentos afetivos, revelação de talentos, limites dos adolescentes, manifestações estudantis, liberdade e tribos juvenis. “O projeto permite que os adolescentes falem dos seus interesses de forma artística. É uma produção onde cada um pode mostrar seu talento”, explica a diretora da EEB Wanderley Júnior, Noeli Freiberger.

O estudante Ihury Mafra, do 1º ano, da EEB Wanderley Júnior, foi o ator principal de um dos vídeos produzidos. Além de se divertir, Mafra também encontrou uma nova profissão. “Descobri o meu talento para atuar e pretendo seguir carreira, a partir do projeto fui chamado para participar de uma série”, conta.

Cuidando do planeta

Preservar o meio ambiente, diminuir o impacto da ação humana nos recursos naturais e promover a conscientização ecológica, são os ensinamentos dados pela EEB Leopoldo Jacobsen, de Taió.  No último ano, os jovens do Ensino Médio Inovador/Integral participaram das atividades do projeto de Saneamento Básico 3Rs (Reduzir, Reciclar e Reaproveitar).

Na primeira etapa, trabalharam com o tema “Saneamento Básico”. No segundo semestre, os estudantes puderam aprender mais sobre “Água e Esgoto”. Foram realizadas palestras, viagens e um pedágio educativo.  O aluno Marco Aurélio destaca o sucesso da iniciativa na escola, dando ênfase para as viagens que colaboraram para o desenvolvimento do aprendizado.

Outro exemplo de sucesso é o da EEB Cecília Rosa Lopes, de São José, que realizou oficinas para a produção de um aquecedor ecológico de água. O objetivo principal é reduzir a degradação do meio ambiente trazendo benefícios sociais e ainda ajudar na economia da escola. O sistema de aquecimento é feito com garrafas de refrigerante, caixas de leite, canos de PVC e caixa d’água.

A oficina fez parte do trabalho desenvolvido durante o semestre e contou com professores de outras disciplinas. “Gostei muito de fazer o aquecedor, pois muitas pessoas se sustentam disso, vai trazer economia para a escola na hora de cozinhar o almoço e nós que fizemos o aquecedor, não ficamos só olhando”, destaca a estudante Mayra Pinho Machado.

Literatura em cena

Projetos culturais, de leitura, trabalhos em grupo, saídas a campo para estudos foram algumas das atividades desenvolvidas pelo Ensino Médio Inovador/Integral da EBB Professora Maria da Gloria Silva, de Içara. Foram organizadas e apresentadas peças teatrais, estimulando o hábito de ler e incentivando o envolvimento com as artes cênicas.

Os alunos apresentaram a peça “O Sítio do Pica-pau Amarelo”, em homenagem ao autor da obra, Monteiro Lobato. Outra iniciativa envolveu a participação em um  Sarau Literário. “Todas as atividades tiveram por objetivo o aprendizado dos alunos e, além disso, educá-los para serem cidadãos informados”, declara a coordenadora do EMI da escola, Ediléia Cristina Felisberto.

 

Governo de Santa Catarina | Secretaria de Estado da Educação
Rua Antônio Luz, 111 | Centro | Florianópolis | SC | CEP 88010-410 | Telefone (48) 3664-0600 - (48) 3664-0500 | sed@sed.sc.gov.br
Resolução mínima 1024x768 pixels