TwitterFacebookYoutubeInstagram

jovens embaixadoresO programa Jovens Embaixadores 2021 está com inscrições abertas para alunos do Ensino Médio da rede pública de 15 a 18 anos. O público são estudantes que estão participando, por pelo menos seis meses, de iniciativas de empreendedorismo e impacto social e buscam a solução de problemas em suas comunidades.

O programa é uma iniciativa da Embaixada e os Consulados dos EUA no Brasil com diversos parceiros. Serão abertas 33 vagas para o processo seletivo do programa. Perfil de liderança, excelência acadêmica e conhecimento da língua inglesa também estão entre os requisitos. As inscrições vão até o dia 7 de março e o intercâmbio nos Estados Unidos está previsto para julho de 2021.

Empreendedorismo social

O programa busca jovens que pensam fora da caixa para desenvolver uma ideia, um produto ou serviço com o objetivo de beneficiar não somente a si próprio, mas também a sua comunidade. Independentemente de serem ações grandes ou pequenas, ou da área de empreendedorismo (inclusão social, educação, cultura, crédito comunitário, mobilidade urbana, igualdade de gênero e raça, meio ambiente, necessidades especiais, cooperativas em geral, etc.), esses jovens buscam encontrar soluções criativas para problemas em suas comunidades.

Para mais informações sobre o programa e acesso ao edital de seleção, visite o site. 

A organização reforça o esclarecimento de que a realização do intercâmbio presencial nos Estados Unidos depende das condições de saúde, segurança da viagem, além da aprovação do Departamento de Estado dos EUA quanto à implementação de um intercâmbio presencial em julho de 2021. Caso isso não seja possível, os selecionados serão convidados para participar de um intercâmbio virtual em formato interativo e inovador.

Saiba mais sobre o programa:

O programa, criado em 2003, é uma iniciativa da Embaixada e dos Consulados dos EUA no Brasil em parceria com o Departamento de Estado dos EUA. Além disso, conta com o apoio institucional das empresas FedEx, IBM e MSD, do Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED), das Secretarias Estaduais de Educação, da rede de Centros Binacionais Brasil-Estados Unidos, da USBEA, do Grupo +Unidos – fundo de investimento social colaborativo formado por empresas norte-americanas estabelecidas no Brasil e da PLT4Way – iniciativa de Impacto Social no Ensino de Língua Inglesa.

Atualmente, o Programa Jovens Embaixadores é implementado em todos os países do continente americano e conta, ainda, com um programa inverso para jovens norte-americanos representarem os EUA na América Latina. Desde a criação, 677 jovens brasileiros já participaram do programa.