TwitterFacebookYoutubeInstagram

51297772764 f87eb17bfa cO governador Carlos Moisés lançou nesta quarta-feira, 7, o programa SC Mais Inclusiva, pacote de investimento de mais de R$ 100 milhões voltado para instituições especializadas em educação especial. Trata-se do maior investimento da história do Estado no setor. Os recursos disponibilizados pelo programa vão permitir a realização de projetos nas entidades contempladas, como a implantação de parques adaptados, academias acessíveis e jardins sensoriais.

O SC Mais Inclusiva será operacionalizado pela Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) em parceria com as instituições especializadas em educação especial, como Apaes, Amas, entre outras.

“Hoje é um dia de alegria. Vamos investir um volume considerável de recursos na educação especial, por meio dos nossos parceiros. Santa Catarina vai investir na mobilidade e na inclusão de todos que se utilizam da educação especial. O que estamos fazendo é um resgate histórico”, afirma o governador.

O programa também vai apoiar a aquisição de recursos tecnológicos, como tablets e lousas digitais, e a aquisição de veículos de transporte adaptado, como ônibus e vans com plataformas elevatórias. A expectativa é beneficiar cerca de 22 mil educandos atendidos nas mais de 220 instituições especializadas em Educação Especial de Santa Catarina.

WhatsApp Image 2021 07 07 at 18.32.32

Para a presidente da FCEE, Janice Krasniak, o investimento significará um salto de qualidade no atendimento às pessoas com deficiência em Santa Catarina: “Esse é um trabalho que será realizado a muitas mãos. A educação especial está recebendo a atenção que merece e queremos avançar ainda mais. Também precisamos agradecer o empenho pessoal do governador na causa, o que permitiu fazer esse anúncio tão importante”.

O SC Mais Inclusiva está dividido em subprogramas entre os quais:

  • Programa Instrumentalizar para desenvolver: para projetos com objetivo de fomentar o atendimento especializado no Estado com o uso de estratégias diferenciais, implementando as salas de Integração Sensorial, de PediaSuit e de Psicomotricidade, academia para atividade física, parques adaptados ou jardim sensorial nas Instituições especializadas.
  • Programa SC + Acessibilidade Digital: para projetos com o objetivo de garantir às pessoas com deficiência que frequentam as Instituições Especializadas o acesso à inclusão digital por meio da aquisição de recursos e equipamentos tecnológicos.
  • Programa SC + Mobilidade: para projetos com o objetivo de garantir o transporte com segurança, conforto e acessibilidade às pessoas com deficiência (Transporte Adaptado).

As instituições especializadas interessadas em apresentar projetos deverão seguir as instruções fornecidas no Edital de Chamamento Público FCEE/001/2021, que será disponibilizado em breve no site da FCEE. As inscrições ficam abertas de 12 a 30 de julho.

O lançamento do programa foi acompanhado pela presidente da federação das Apaes, Alice Kuerten, pelo secretário de estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, e pelos deputados estaduais Zé Milton Scheffer e Vicente Caropreso.