TwitterFacebookYoutubeInstagram

PinHole capa Site

Os alunos do 3º ano do Ensino Médio da EEB Bernardo Müller, no município de Presidente Getúlio, viveram uma experiência de resgate da fotografia analógica na disciplina de Arte. Para trabalhar o tema sobre a história da fotografia, o professor Claudinei Henkel desenvolveu com a turma uma câmera fotográfica conhecida como “Pinhole”, um equipamento artesanal que funciona sem lente.

A designação pinhole tem por base a palavra da língua inglesa, pin-hole, que significa "buraco de alfinete". Esse tipo de fotografia é uma prática econômica e simples, pois utiliza uma caixa qualquer em que a luz não penetre. A técnica teve origem no século XIX, sendo considerada uma das primeiras formas de capturar imagens de forma permanente. Seu funcionamento consiste em uma lata com o interior totalmente escuro e um orifício que receba luz, sendo ela projetada na face oposta e registrada em um papel fotográfico fotossensível.PinHole 1

Cada aluno confeccionou a sua própria câmera de lata e as fotos foram reveladas em um espaço criado na própria escola. O professor descreve que o maior desafio foi encontrar os materiais para desenvolver o projeto, pois a técnica de revelação manual quase não é mais utilizada pelos fotógrafos. “O resultado foi gratificante. Resgatar a história da fotografia por meio desse método despertou a curiosidade dos alunos e familiares, já que para muitos conseguir capturar imagem com uma lata era algo impossível”, finaliza.

A série #EnsinoEmSC tem como objetivo apresentar iniciativas de professores e gestores nas escolas da rede estadual de Santa Catarina. As ações serão apresentadas nas mídias sociais pela página @educacaosc e semanalmente no site da Secretaria de Estado da Educação. Estimule as iniciativas na sua escola e participe publicando as ações nas mídias sociais com a hashtag #EnsinoEmSC!