TwitterFacebookYoutubeInstagram

Horta em Araranguá

Trabalhar a sustentabilidade na escola é uma prática importante para a formação de adultos conscientes e conservação do planeta. Foi com esse intuito que a equipe pedagógica da EEB Bernardino Sena Campos, de Araranguá, no sul de Santa Catarina, desenvolveu o Projeto Educação Alimentar e Nutricional.

A primeira etapa do projeto, que iniciou há dois meses, começou com a plantação de uma horta realizada por alunos do segundo ano do Ensino Fundamental, como atividade proposta pelas professoras Marizete de Oliveira e Juliana Nunes Honório que fizeram todo o acompanhamento teórico e prático dos estudantes.

O projeto tem como objetivo conscientizar os alunos sobre a importância do valor nutricional e ambiental dos produtos cultivados em uma horta. Para isso, a escola começou a implantar temperos como salsinha e cebolinha. “Alguns alunos nunca tinham provado a salsinha e adoraram levar para casa e compartilhar com a família”, conta a professora Juliana.

Como parte da atividade, os estudantes também aprenderam a fazer uma composteira doméstica. Dessa forma, nada é desperdiçado: com a produção orgânica, o espaço educativo reaproveita os restos de alimentos que sobram do refeitório da escola e passam a usar no cultivo da horta e plantio de árvores.

A plantação dos estudantes, além de servir como aprendizado, toda a comunidade escolar tem o privilégio de saborear nas refeições temperos, hortaliças e chás de uma produção sustentável e sem agrotóxicos.

De olho na sustentabilidade

Com a atenção e necessidade de despertar o interesse dos alunos para a sustentabilidade, a EEB Bernardino Sena Campos adquiriu lixeiras seletivas, que separam os lixos recicláveis do orgânico, e também presenteou cada aluno da unidade com uma garrafinha d’agua para uso individual.

De acordo com Denner Lucas, assistente de direção da escola, a medida foi adotada para reduzir o consumo de copos descartáveis e prevenir a disseminação de Covid-19 entre os alunos. “Tinha o suporte do copo descartável, aquela questão de muito contato para buscar os copos, então, a escola distribuiu uma garrafinha para cada estudante”, explica.

Gostou desse conteúdo? Então confira outras matérias sobre ações de destaque nas salas de aula de Santa Catarina no portal EducaSC. O site traz as principais informações sobre a educação catarinense e faz parte do programa da SED que disponibiliza a transmissão de aulas na TV aberta no estado. Acompanhe tudo pelo www.educasc.com.br.