TwitterFacebookYoutubeInstagram

alunos visitam teatro 1Alunos da Escola de Educação Básica (EEB) Prefeito Agenor Piovezan, de Erval Velho, no Meio Oeste de Santa Catarina, visitaram o Teatro Alfredo Sigwald, em Joaçaba, para assistir à apresentação do violinista, Simão Wolf. O show fez parte de projeto multidisciplinar que envolve componentes curriculares de Língua Portuguesa e Literatura, Língua Inglesa, Arte e Educação Física.

O projeto foi elaborado pela professora de Língua Portuguesa e Literatura, Aline Suzana de Freitas Vaz, em conjunto com professores da área de Linguagens da Base Nacional Curricular Comum (BNCC). A primeira etapa teve início no dia 10 de setembro com visita dos estudantes ao teatro.

De acordo com Aline, a ideia de levar alunos ao concerto musical surgiu como alternativa para motivá-los no retorno às aulas presenciais, após um ano de ensino remoto por conta da pandemia da Covid-19. “Esse contato com a arte neste momento é primordial para que haja um resgate, porque a arte proporciona esse respiro que a gente precisa”, ressalta.

 

Projeto explora novidades

Alunos visitam teatro 2O município de Erval Velho, onde está situada a EEB Prefeito Agenor Piovezan, possui cerca de 4.456 habitantes e está localizado a 400 quilômetros de distância da capital, Florianópolis. Por essa razão, muitos estudantes não conheciam um teatro, muito menos tiveram a oportunidade de assistir a um concerto musical.

Para a estudante Marieli Recalcatti, 16, da segunda série do Ensino Médio, a experiência foi emocionante. “Nunca tinha presenciado um show como o do Simão, de violino, com uma banda e tudo. Foi bem emocionante, eu achei incrível”, relembra.

A adolescente conta ainda que, na volta para casa, comentou com colegas de turma sobre as músicas tocadas pelo artista. Simão Wolf tocou canções de desenhos animados e conquistou a admiração dos jovens. “Achei muito legal a atitude dele. O show foi bem interativo, ele contou a história dele e realmente foi uma experiência muito boa, valeu muito a pena”, destaca Marieli.

De acordo com a professora Aline Suzana de Freitas Vaz, o projeto está apenas no começo e deverá continuar até o final do ano letivo de 2021, sendo trabalhado por outros componentes curriculares da área de Linguagens (Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Arte e Educação Física).

A iniciativa tem por objetivo seguir no ensino híbrido, um modelo de educação que propõe que a aprendizagem deva ocorrer tanto no espaço físico da sala de aula quanto em qualquer outro tipo de ambiente, como, por exemplo, o Teatro Alfredo Sigwald.

Gostou desse conteúdo? Então confira outras matérias sobre ações de destaque nas salas de aula de Santa Catarina no portal EducaSC. O site traz as principais informações sobre a educação catarinense e faz parte do programa da SED que disponibiliza a transmissão de aulas na TV aberta no estado. Acompanhe tudo pelo www.educasc.com.br.