TwitterFacebookYoutubeInstagram

Simão Abatti 1Simão Abatti não dá aula, ele vive a aula que dá. É desta forma que o professor de matemática e química da Escola de Educação Básica (EEB) Cecília Vivan, de Salto Veloso, consagrou-se no imaginário dos colegas de escola.

Com mais de 20 anos de dedicação, comprometimento e amor pelo magistério, seu esforço em transformar o mundo por meio da educação rendeu incontáveis frutos e impacta o dia a dia de todos que contam com a sua presença.

Recém formado no Ensino Médio, o jovem pedreiro não fazia ideia do futuro que lhe aguardava. Mas o seu irmão, professor de Línguas, viu o potencial escondido e o incentivou a entrar na universidade. Assim começou a trajetória de Simão na matemática, repleta de intensas idas e vindas, estudo e comprometimento, já que o curso de graduação não era na cidade onde morava.

“Eu me inspiro até hoje no meu irmão, ele é um excelente professor. Sempre tive muito apoio da minha família, meus pais sempre me disseram que seria pelo conhecimento que eu transformaria a minha condição de vida, que estudando eu seria um homem de melhor caráter e formação social”, conta.

Simão carrega o ensinamento dos pais até hoje, tendo convicção de que a educação é o caminho certo para o desenvolvimento do Brasil. Na sala de aula, para além dos números e átomos, o professor conversa com os alunos sobre as potencialidades que o conhecimento e dedicação aos estudos pode oferecer, criando neles a coragem para sonhar com um futuro mais amplo e próspero.

“A dedicação por seus alunos é incansável. O que me chama atenção é o quanto ele contribui para o crescimento do caráter das pessoas que ensina. Ele não só passa o conteúdo, como também cobra responsabilidade, honestidade e comprometimento com as atividades e respeito. O Simão educa para a vida”, comenta Nailde Hauwetter, professora orientadora de laboratório que trabalha com o educador há mais de dez anos.

Educação para o futuro

Com a sensibilidade de enxergar a singularidade de cada estudante, Simão investe seu tempo e dedicação para tentar ampliar seus horizontes, impulsionando-os para serem as suas melhores versões. O professor acredita que, com a educação, os alunos podem ir além do que acreditavam que conseguiriam, sendo cidadãos e profissionais de sucesso.

“Ser professor é se reinventar a cada dia, conseguir trabalhar os assuntos de uma forma diferente, entender que cada turma é diversificada e merece uma abordagem única”, afirma o professor. Ainda que esteja à frente de uma sala de aula, todos os dias separa um tempo para aprender maneiras novas de ensinar seus alunos e introduz ferramentas que auxiliam na aprendizagem, como a tecnologia e materiais extras.

Atualmente, o professor trabalha nas cidades de Arroio Trinta e Salto Veloso, mas é na EEB Cecília Vivan que se consagrou na execução de diversos projetos de educação ambiental, sustentabilidade e tecnológica que ganharam reconhecimento e prêmios no âmbito estadual e nacional. Mas Simão não conseguiria alcançar tudo isso sozinho: contou com um time de educadores excepcionais que tinham a vontade, assim como ele, de colocar a mão na massa e fazer a diferença na vida dos alunos.

“O ponto chave da nossa escola é a equipe fenomenal de professores. Quando todos estão juntos, não tem como não funcionar. A nossa coletividade inspira os alunos também, eles percebem que o que funciona na escola é exatamente isso. Eles enxergam a força em nossa parceria, percebem que todos são responsáveis e precisam contribuir, inclusive eles”, complementa.

Conscientização ambiental

Projetos como estufa, casa sustentável, jardim oriental, mosaico, horto medicinal, composteira e aplicação de aquecedor solar térmico surgiram dessa incrível colaboração entre professores e servidores da escola para instituir na unidade um senso de comunidade e proteção do meio ambiente.

Pregar, regar, plantar e construir. Para Simão, essas iniciativas contribuem para que os alunos compreendam que precisam sair da teoria e colocar o conhecimento em prática. “Isso leva a formação de um cidadão que investe em sua vida trabalho e perseverança, que sai da sua zona de conforto e coloca a mão na massa para as coisas saírem do papel.”

Em conjunto com o conhecimento científico, lições de convívio comum, colaboração, trabalho conjunto, altruísmo, superação de limites, respeito ao individualismo e as diferenças, são ensinamentos que andam em conjunto com as atividades extracurriculares.

“Espero estar desenvolvendo neles o gosto nessas áreas, não só na escola, mas para sua formação como cidadãos conscientes e com uma visão de preservação, cuidado com o meio ambiente e que façam sua parte, em menor ou maior escala, para que tenhamos um ambiente sustentável de vida e com recursos naturais possíveis de serem explorados e mantidos por muito tempo”, diz Simão.

Sucesso na coletividade

A professora de laboratório, Nailde Hauwetter, conta que trabalhar com Simão é muito desafiador. Com sua inteligência e pró-atividade, ele consegue tirá-la de sua zona de conforto, impulsionando-a para ser uma profissional que preza sempre pela excelência.Simão Abatti 2

“Funcionamos por conta dele, pois não tem o que Simão não saiba fazer. Tudo tem a mão dele, tudo depende dele. Se Simão começar, continuamos. Se fizer a massa de cimento, colocamos a lajota”, expressa Nailde.

“Um fato que me traz felicidade foi quando um aluno perguntou se eu tinha me formado com o professor Simão, pois tínhamos a forma de ensinar parecida. Foi uma comparação que me encheu de alegria, pois observo atentamente suas aulas”, relembra a profissional.

Impacto nos estudantes

Com 22 anos de magistério, centenas de alunos passaram por suas aulas, sendo impactados pelo seu jeito rígido, mas muito carinhoso de ensinar. “ Por vezes incompreendido”, afirma Simão. Mas para Julia Nezzi foi exatamente a cobrança por sua excelência e atenção às suas dificuldades que a levaram para o caminho da engenharia.

“Na escolha da minha profissão, sempre tive muito medo de ir para a engenharia, pois sabia da dificuldade dos cálculos e ele me fez mudar de ideia. Sempre que precisei de ajuda com a faculdade ele foi super prestativo”, diz a ex-aluna.

Simão Abatti 3Nas redes sociais da EEB Cecília Vivan sempre que é publicado trabalhos de Simão aparecem alunos que relembram da importância do professor em suas trajetórias.

Palavras não faltam para descrever a incrível e inspiradora trajetória de Simão dentro das salas de aula. Em meio a projetos, prêmios e amigos que construiu na escola, sua história no magistério ainda está longe do fim, afinal, a cada aluno que o professor se despede, tem outro fazendo festa para o receber.

Mês do Professor

Para valorizar as boas práticas e professores que vão além da sua missão de ensinar, durante todo mês de outubro, o Educa SC divulga a série “Eu, professor, faço a diferença” com histórias de educadores que motivam, inspiram, superam e fazem a diferença na comunidade escolar.