TwitterFacebookYoutubeInstagram

50248310883 ba0d8400b4 c 1Os estudantes de graduação que pretendem solicitar bolsas de estudos através do programa Uniedu em 2022 podem realizar novos cadastros a partir desta segunda-feira, 24. O calendário para este ano foi anunciado na última semana, em reunião entre o secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, e reitores de instituições de ensino superior cadastradas.

Esta é a primeira vez em toda a história do Uniedu que o calendário anual é divulgado no mês de janeiro, novidade implementada para facilitar o planejamento das universidades e dos estudantes bolsistas do programa. O período para a realização de novos cadastros segue até o dia 8 de março, e as inscrições podem ser feitas neste site.

Já o período para atualização de cadastros e renovação de bolsas, para estudantes que já são beneficiados, tem início a partir do dia 15 de fevereiro e se estende também até o dia 8 de março. Entre os dias 9 e 27 de março, as instituições de ensino cadastradas no Uniedu devem finalizar a análise de documentos e divulgar os resultados das solicitações de novos cadastros e renovações.

Clique aqui e confira se a universidade em que você está matriculado ou pretende ingressar é cadastrada no Uniedu.

Orçamento de R$ 455 milhões para 2022

Ainda na reunião da última quarta-feira, 19, o secretário Vampiro anunciou que o orçamento inicial do programa para 2022 é de R$ 455 milhões, 39% maior em comparação ao início do ano passado. Depois de disponibilizar R$ 327,2 milhões ao Uniedu em fevereiro de 2021, o Governo de Santa Catarina realizou um acréscimo de R$ 140 milhões e garantiu o maior investimento para a concessão de bolsas universitárias de sua história.

Novos acréscimos ao orçamento do programa podem ser anunciados ao longo do ano. Com os valores divulgados até aqui, o Estado deve investir ao menos R$ 1,37 bilhão através do Uniedu entre os anos de 2019 e 2022.

Dos R$ 455 milhões anunciados para este ano, R$ 300 milhões são destinados para a concessão de bolsas por meio do artigo 170 da Constituição Estadual, que são oferecidas a estudantes que participam de projetos sociais e de intervenção nas comunidades. Já para as bolsas do artigo 171, condicionadas ao desenvolvimento de projetos de pesquisa e extensão, estão sendo destinados R$ 155 milhões.

Quer ficar por dentro de todas as notícias da Secretaria de Estado da Educação? Acesse o link para participar do nosso grupo informativo no Telegram.