TwitterFacebookYoutubeInstagram

51820963260 db98a589b0 cNo próximo dia 8 de fevereiro, às 14h, acontece a segunda ação de cidadania resultante da parceria entre o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC), a Delegacia da Alfândega da Receita Federal de Florianópolis e a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC).

Mais 50 aparelhos smartphones, cedidos pela Delegacia da Alfândega da Receita Federal de Florianópolis, serão destinados a jovens que têm o alistamento e o voto facultativos e que, mesmo assim, fizeram o título eleitoral. Esta parceria faz parte da campanha Meu primeiro título #BoraVotar, lançada em setembro do ano passado pelo TRE-SC.

O presidente do TRE-SC, desembargador Fernando Carioni, ressalta a importância da campanha e a relevância da ação de cidadania. “A campanha levou aos jovens catarinenses as informações e o incentivo necessários para que eles compreendam a importância do seu voto. E a destinação desses smartphones vai aproximá-los ainda mais do processo democrático, já que atualmente esses aparelhos são ferramenta de estudo, trabalho, lazer e, principalmente, de informação”, afirma Carioni.

Jovens contemplados na primeira ação recebem os smartphones em suas Zonas Eleitorais

Muitos dos 50 jovens contemplados na primeira ação de cidadania do #BoraVotar, ocorrida no dia 8 de dezembro do ano passado, já receberam os aparelhos smartphones. A entrega ficou a cargo dos representantes dos cartórios eleitorais de cada município contemplado.

O estudante Bryan Weber Karloh, de 17 anos, é um dos contemplados que já está com o smartphone em mãos. Ele esteve no cartório da 47ª ZE de Tangará (SC) acompanhado de seus pais. Bryan fez seu cadastro eleitoral sabendo da importância do voto dos jovens. “Somente sendo eleitores nós poderemos ajudar a melhorar o governo da nossa cidade, do nosso estado e do nosso país”, afirma.

Todo o material de divulgação da campanha Meu primeiro título #BoraVotar está na página da campanha na internet. Lá também está publicada a lista completa dos 50 primeiros contemplados pela ação de cidadania.