TwitterFacebookYoutubeInstagram

EEB Valmir Ormarques NunesA  EEB Valmir Ormarques Nunes, de Bom Retiro, e a EEB Professor Mário Garcia, de Camboriú, conquistaram medalhas de ouro e prata, respectivamente, na Mostra Brasileira de Foguetes, competição nacional que ocorreu no Rio de Janeiro. 

A Mostra Brasileira de Foguetes é uma competição prática que consiste em lançar um foguete, confeccionado de garrafa PET pelos próprios alunos, na maior distância possível. É uma espécie de olimpíada experimental.

Escola estadual de Bom Retiro é tetracampeã da competição 

Campeã em 2022 com um lançamento de 175,4m, a EEB Valmir Ormarques Nunes já havia sido campeã em 2017, 2018 e 2019. A coordenação da etapa escolar foi realizada pela professora de física Katia de Almeida do Nascimento. 

“A participação na mostra brasileira de foguetes é um evento de grande magnitude que propicia aos nossos alunos desenvolver várias competências e habilidades, tais como o pensar científico, crítico e criativo e a responsabilidade. A participação também fomenta todo o processo formativo de aprendizagem do estudante, porque são necessários vários campos de estudos, como física, química, matemática,  astronomia e astronáutica”., afirma a professora Katia.

A equipe foi composta pelos estudantes: Arthur da Silva Faustino, Cauê de Melo dos Santos e Giovani Antônio Dandam. Como a professora Katia não pode acompanhar os alunos no Rio de Janeiro, o professor Rafael Kuhl Schweitzer também participou da competição.

Escola de Camboriú é vice-campeã da competição 

EEB Professor Mário GarciaA diretora da EEB Professor Mário Garcia, Carla Aparecida Valvassori Battistotti, contou que os estudantes que fizeram parte da competição foram do Ensino Médio. “São alunos do Ensino Médio, do período matutino e vespertino. São eles a Ana Beatriz Bispo Giroldo, Antônio Eduardo Vicente, Douglas Ribeiro Silva, João Pedro Lara Piccinini e Israel Antônio Macedo da Silva”, explicou ela.

Eles também tiveram a ajuda da professora de física, Gabriela Mikoask, vivendo uma experiência significativa entre o ensino e a prática. Participar de uma competição, ainda mais sobre foguetes, é saber usar o conhecimento em física. A própria diretora comentou que, para fazer esse tipo de trabalho, é necessário conhecimentos na área de astronáutica, engenharia e muito trabalho em equipe.